Oioi, galera! Tudo joia com vocês? Por aqui tá tudo na boa. A resenha desse domingo é de um livro que eu gostei bastante, mas ainda sim tenho algumas críticas. O livro é “Para todos os garotos que já amei”. Vamos começar?

Compre: Amazon | Saraiva

Bem, a história começa contando a rotina das irmãs Song e seu pai. Sua mãe falecera quando Lara Jean, a protagonista da história, ainda era pequena. Margot tem 18 anos e é dois anos mais velha que Lara Jean, ela é quem comanda a casa e assumiu, depois da morte da mãe, o papel de matriarca da família. Ela é quem cuida das tarefas da casa, bem como de cuidar dos corações  e mentes da casa. Com seu jeito peculiar, meio nerd, voluntária de vários projetos e dedicada ao extremo, ela é quem está no comando. Pelo menos até ir estudar numa faculdade há milhares de quilômetros na Escócia. A irmã Song mais nova, Kitty (ou Katherine, como prefira chamar)  tem 11 anos e é de uma inteligência que só vendo, com sagacidade e respostas na ponta da língua ela traz a maioria das passagens de humor do livro. Agora, a menina cuja história é contada no livro. Lara Jean. A irmã do meio, cujo coração se apaixona com facilidade, tímida, com um estilo mais puxado para o nerd, tem 16 anos e 5 cartas de amor, ou melhor, cartas apaixonadas, porém sinceras (até demais).

Após um breve momento do livro em que a família Song é apresentada, bem como Chris, a melhor amiga de Lara Jean, cujos gostos envolvem sair com muitos garotos e fazer coisas arriscadas, vamos para o que realmente interessa. Em algum momento, as cartas que Lara Jean escrevera durante todos os anos para suas paixões – ao total 5 cartas -, e que foram secretamente guardadas em uma caixa que sua mãe lhe dera – e onde deveriam ter ficado para sempre -, são enviadas aos destinatários. Quem recebe primeiro a carta e de imediato vai conversar com Lara é Peter Kavinsky, garoto mais popular e integrante do time de lacrosse da escola. Sempre muito debochado, presunçoso e com certo tom arrogante, ele é o dono do primeiro beijo de Lara Jean e portanto o primeiro amor dela. É claro que ele debocha bastante de toda a situação.

O segundo a receber a carta é ninguém mais, ninguém menos que Josh, namorado de Margot. Josh, que também é paixão de Kitty. Josh, o mais amado de sua família. Lara Jean, desesperada, inventa que está namorando com Peter, para fugir das perguntas e observações de Josh. Peter compra a história a fim de causar ciúmes em sua ex-namorada. E é aí que toda trama se desenrola, um namoro falso, corações divididos e a vontade de que tudo volte a ser como era. Lara Jean vai se aventurar com Peter Kavinsky e Josh Sanderson e descobrirá o que seu coração realmente quer. Será Josh ou Peter?  Como não sou uma garota de Spoilers, deixarei você, querido leitor, descobrir o que vem a seguir.


Gostei bastante da forma como os personagens foram desenvolvidos. A autora explorou cada característica da personalidade de cada um. A que eu mais gostei foi Margot, por parecer com minha mãe, toda realista, além de ter o mesmo nome da minha mãe, haha. Essa atenção especial a personalidade dos personagens criou uma intimidade maior de leitor-personagem.

Quando olhamos para Lara Jean vemos uma pessoa aparentemente ordinária. Mas eu consegui enxergar uma protagonista forte, a sua maneira. Peter, que aparentemente é forte e super descontraído, tem sensibilidade e carinho em seu coração. E Josh, apesar de parecer perfeito, parece esconder uma personalidade difícil. Clichê, mas muito bom!

Bem, quanto as críticas que citei no início do post. Eu não gostei muito da diagramação e do fato da autora contar a história de forma tão “picada”. O meu pensamento sempre era cortado de uma história pra outra e ficava meio desconexo em algumas partes. A leitura não foi tão fluida como poderia ter sido. Mas em compensação a história e sua trama cheia de intrigas e romance me prendeu do início ao fim, sempre deixando um gostinho de quero mais. Não vejo a hora de conseguir o segundo livro!

Enfim, é isso, meus caros! Espero que tenham gostado da resenha. Me digam aí nos comentários o que acharam do livro e suas impressões. Vamos conversar!

Author

Write A Comment