Category

Livros

Category

Resenha: Starters

Oioi, galera! Tudo joia com vocês? Por aqui tá tudo bem! Hoje vamos falar de uma releitura minha de mil anos atrás. Mas como algumas pessoas já sabem, eu tenho o péssimo defeito de esquecer de tudo que leio/vejo. Ou seja, vejo o mesmo filme e leio o mesmo livro trezentas milhões de vezes! Sempre com a mesma emoção, haha. O livro de hoje é uma duologia escrita pela autora Lissa Price. O primeiro livro se chama Starters e o segundo Enders.

Compre: Amazon Saraiva

O livro conta a história de Callie Woodland, garota de 16 anos que mora em Berverly Hills com seus pais e seu irmão mais novo, Tyler, quando a chamada Guerra de Esporos acontece. As pessoas até os 20 anos e depois dos 60 anos já haviam sido vacinadas contra o vírus, portanto, conseguem sobreviver. Já as pessoas entre os 20 e 60 anos de idade acabam falecendo em sua maioria, por  não terem imunidade contra o vírus.

Os primeiros capítulos contam o dia a dia de Callie, seu irmão e Michael, vizinho de Callie antes da Guerra. Sem pais e sem dinheiro, eles acabam tendo que morar em prédios abandonados e mover mundos e fundos para sobreviver, ao mesmo tempo que tentam fugir dos inspetores – enders que capturam os menores sem família e os colocam em instituições rigorosas e insalubres. Ah, quase me esqueci, após a Guerra os jovens são apelidados de “Starters” e os idosos de “Enders”, informação importante para ler o livro.

A virada do livro acontece quando Callie, que está desesperada para arrumar uma casa e medicamentos para Tyler, que possui uma doença respiratória cada vez mais séria, toma conhecimento da Prime Destinations. O lugar, mais conhecido pelos starters sem moradia como “Banco de Corpos”, é um lugar onde enders alugam corpos dos jovens para se divertirem e aproveitarem de novo a juventude. A maioria dos jovens “alugados” são menores sem família que precisam desesperadamente do bom pagamento que recebem desses aluguéis. Antes de estarem disponíveis para aluguel, eles passam por uma série de procedimentos de beleza. E são eles que permitem a algumas pessoas diferenciarem os jovens normais dos jovens do banco de corpos, uma vez que esses não possuem sequer uma cicatriz, são perfeitos.

Callie, determinada a conseguir o dinheiro para casa e tratamento do seu irmão vai até a Prime e com muita relutância assina o contrato. Contudo, sua inquilina tem planos muito sérios para esse aluguel: desvendar os mistérios por trás da Prime Destinations e o desaparecimento de sua neta.


O livro é muito envolvente e te prende a cada capítulo. O romance está presente a todo momento, o que para mim é essencial! Há um triângulo amoroso, como na maioria das distopias que já li, mas o crush maior se sobressai a todo momento! Só não dei 5 estrelas porque senti falta de mais detalhes sobre o relacionamento com Michael. Mas, talvez isso vá se desenvolver mais no segundo livro. Vamos ver!

A digramação é muito boa e torna a leitura fluida e sem maiores problemas. A capa, na minha humilde opinião é muito boa e me remete a Hospedeira.

Enfim, recomendo muito a leitura! Distopia maravilhosa, com uma personagem feminina forte e personagens secundários bem desenvolvidos. Leiam, leiam, leiam!

 

Resenha: O Acordo – Amores Improváveis

Compre: Amazon Saraiva

O Acordo é o primeiro livro da série Amores Improváveis. Série esta que vai contar a história de 4 jogadores de Hóquei e suas respectivas namoradas que estudam na universidade de Briar. Este primeiro volume vai contar a histórias de Hannah Wells e Garrett Graham. Hannah uma estudante de música aplicada, que se esforça muito para conseguir o que quer e ter boas notas, já que possui uma bolsa de estudos. Já Garrett é o capitão do time de Hóquei da Briar, consegue se dedicar bastante aos estudos e ao esporte que considera a coisa mais importante de sua vida. Esse é o primeiro diferencial da história, o atleta não é aquele cara burro, tão estereotipado como em todos os livros do gênero. Contudo, com a chegada da nova professora de Ética, considerada “barra pesada”, mais de metade da turma leva ferro na prova e precisa fazer a segunda chamada para recuperar a nota. Garrett  é um desses alunos. O maior agravante é que se ele não conservar sua média não poderá jogar Hóquei. Por outro lado, Hannah gabarita a prova. E é aí que tudo começa. Grande parte do livro Garrett tenta convencer Hannah a lhe dar aulas particulares, mas Hannah, que o acha arrogante, presunçoso e muito galinha, se esquiva todas as vezes. Garrett consegue finalmente convencê-la após perceber que ela tem uma grande queda por Justin, jogador de futebol americano da Briar. O acordo é o seguinte: Hannah finge estar em um encontro com Garrett, aumentando assim sua popularidade e o desejo de Justin por ela e em troca ela dá aulas particulares para Garrett, fazendo-o passar na matéria e conseguir média para jogar.

O que nenhum dos dois esperava é que desse acordo fosse surgir uma grande amizade, daquelas de dividir segredos, assistir séries juntos comendo pipoca e conhecer os amigos uns dos outros. Dessa amizade, é claro, vai surgir aquele romance (com muitas partes bempicantes). Esse é um ponto que me deixou super caidinha por esse livro, adoro romances que surgem de amizades. Uma amizade onde são compartilhados segredos dos dois, que envolvem agressões físicas, dramas familiares e vários assuntos sérios que precisam ser discutidos.

É interessante como a cumplicidade dos dois faz com que Hannah se solte mais, confie mais nas pessoas e em si mesma, bem como saiba aproveitar a vida com mais leveza e descontração. Algo que eu achei de fundamental importância foi o fato de mostrar que depois do trauma de Hannah ela procurou ajuda psicológica e se tratou. Só quem passa por situações de extremo stress e tem auxílio psicológico sabe da importância.

Os personagens são extremamente cativantes, com uma história de vida complexa e bem contada. Gostaria que o livro tivesse mais páginas para desenvolver um pouco mais alguns pontos soltos da trama. Talvez nos próximos, mesmo que não seja diretamente sobre eles, alguns pontos possam ser resolvidos. Enfim, história completa e maravilhosa, super recomendo a leitura!